sexta-feira, 3 de junho de 2011

Vandré Caminhando...

Vandré quebra o silêncio em entrevista
Desde 1973, ele não falava para a TV.

Depois de quatro décadas de isolamento, o cantor e compositor Geraldo Vandré, que se transformou em um dos maiores enigmas da MPB, resolve finalmente quebrar o silêncio. Autor de clássicos como “Disparada” e “Pra Não Dizer que Falei das Flores” – esta, transformada em hino de manifestações contra a ditadura militar - Vandré deu uma entrevista ao repórter Geneton Moraes Neto no dia em que completava 75 anos de idade. Desde que voltou do exílio, no segundo semestre de 1973, ele não falava para a televisão.
http://globonews.globo.com/Jornalismo/GN/0,,MUL1620961-17671,00.html#

Geraldo Vandré

parte 2

parte3

parte 4



Eu nunca fiz canção de protesto,protesto é coisa de quem não tem poder.Eu fazia música brasileira”GVandré

Dado a divergência que existiu entre Vandré e os tropicalistas, ele diz:
-Perguntei pro Gil,sobre a sua produção artística,ele respondeu que fazia qualquer coisa,uma delas há de dar certo.Ao que Vandré diz,Eu não faço qualquer coisa.E o reporte insiste em saber se ele mudou de opinião a respeito deles(Caetano,Gil)Tropicalistas.E ele diz:Parece que eles continuam na mesma.
Ele diz que vive no Brasil em a maioria dos brasileiro não vive.A maioria dos brasileiros vivem em amontoado.Vive-se em uma cultura de massa.
Em relação ao Brasil de hoje,ele diz que a miséria aumentou ,Que “os cordões de indecisos são numerosos,comparados aos do Brasil pré-64”
Perguntado sobre as razões de ele não ter voltado aos palcos quando retornou do exílio,ele disse ser impossível por não existia mais o pública de antes, para quem ele compunha.”Pra ser ter uma idéia em 61 não existia “bóia-fria” em São Paulo,com os seus 4 milhões de habitante .Hoje,São Paulo é a terra do “Bóia-Fria”.Todos amontoados na cidade,houve um esvaziamento do campo,São Paulo como seus 16 milhões é um genocídio.A razão de não ter voltado,foi uma falta de motivo,razão

2 comentários:

Claude Bloc disse...

Jaques,

Vez por outra venho me refugiar aqui e ler tuas coisas e postagens... Andei muuuuito ausente. Mudei de cidade... (estou em Crato). Senti falta do pequeno diálogo virtual que mantivemos de trexto pra texto, de lembrança a lembrança (do Crato).

Me perdoe pelo silêncio. É que essa mudança exigiu muito de mim. Uma guinada radical.

Veja no Cariricaturas (que agora é meu e de Edilma). Tem muita coisa minha e não minha. Comente por lá.
Preencha você também, as lacunas.

Dialogue. Apareça.

Abraço,

Claude

P.S. Posso postar lá textos publicados aqui?

JATeixeira disse...

CBB,
Je suis bien heureux avec ta visite.Estejas a vontade para utilizar o que quiseres e for proveitoso,para postar no " Caricaturas" ou...
Avec toute ma amitié,
Jaques