quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Trindade:Corpo+ Alma+ Espírito






Conta a lenda que uma ocasião um homem caminhava em um grande campo e observava que alguma coisa vinha em sentido contrário,a distância em se encontrava parecia  grande e assustador monstro,e a proporção que se aproximavam, um do outro,revelava-se ser um homem e se tocarem revelou-se ser seu irmão.

Essa lenda pode ser analisada das mais distintas maneiras , pelos os mais diversos seguimentos que nos encontremos , pelas perspectivas ou ângulos que nos interessarem.Por exemplo ,se comparada aos  militares podemos associar aos recrutas, graduados e oficiais.Se se comparar as ordens sarcedotais ,pode se revelar nas noviças,diáconas e sacerdotisas .Se se comparar as ordens iniciáticas no aprendiz,companheiro e mestre,ou no ser humano infância,mocidade,velhice,os poderes constituídos:  legislativo,judiciário e executivo:tudo é trino.Pois toda a harmonia e equilíbrio,por mais elementar que seja, se estabelece em um triângulo.E para quebrar a dualidade que separa,temos o terceiro ponto de apoio que confere a solidez, se estabelece no UNO,o LOGOS.


No número UM temos o fulcro,que é o ponto de partida,o pilar inicial do principio de todas as coisas.No número DOIS,segundo pilar, se fundamenta a estabilidade, mas é o número TRÊS,o terceiro ponto de apoio, que nos dá a solidez.O número UM mais o numero DOIS ao invés de se oporem ou contraporem, nos dá  como resultado o número TRÊS ,conferindo:Harmonia da Beleza .o Equilíbrio da Força e a Solidez da Sapiência.Onde toda a Beleza do amor puro,e ingênuo dos primeiros passos,são fortalecidos pela Força daquele que já pode alterar a sua trajetória sem se deixar corromper ou ofuscar e retornar com segurança, a certeza da sua caminhada.Na Força dessa segurança,o aprendizado se consolida para uma  maturidade cujo  vértice  da caminhada é a  sapiência

Vemos ainda nessa trindade os  elementos que nos constituem o nosso Ser:Corpo,Alma e Espírito.
Onde temos no Corpo,o meio material que  acondiciona o Ser.Na Alma a Energia que vivifica o Corpo e favorece o Ser.E o Espírito que representa a parte essencial do nosso Ser
Acreditamos que essa é a ordem do  Propósito:alma+corpo+espírito
Onde a alma é apenas a energia que vivifica a matéria,enquanto o corpo é o habitáculo que a matéria  necessita para ser alojado  e onde dará condições de favorecer ao Espírito as experiências necessária e pertinentes a sua evolução .
O espírito, representa  a identidade espiritual do ser,enquanto o corpo representa a sua identidade material.O espírito é desenvolvido pelo nosso modelar constante, na nossa espiritualização;o corpo sofre alterações inversas.Pois enquanto o nosso espírito cresce  e evolui,o nosso corpo, que é matéria efêmera, se desagrega no envelhecimento e perece .Então a evolução do espírito  decorre a partir do nosso lapidar constante,das nossas escolhas,da nossa purificação como num processo alquímico.Portanto, é preciso que ocorra primeiro um  corpo animado para que o espírito ali presente seja lapidado e não o contrário.Quando esse habitáculo cumpriu sua tarefa de acomodar a energia,  para permitir que o espírito evolua,ele se desagrega como matéria indo sofrer a  ação da decomposição que irá devolvê-lo ao pó de onde se originou:”do pó ao pó”.Liberando assim a energia que conduz o espírito EVOLUÍDO a ascensão.Se esse espírito não cumpriu o propósito para o qual esteve “aprisionado” nessa dimensão, ele deverá entrar em um loop eterno de purificação para que tal ocorra. 


Procuremos usar como simbolismo um automóvel,onde esse veículo representa o corpo,a sua energia de locomoção  a alma ,e o espírito o seu  condutor.O trajeto a ser percorrido  apresenta-se ora íngreme com suas montanhas, ora plano com os seus vales.Deveremos cruzar rios caudalosos , oceanos procelosos,desertos causticantes e florestas densas e torrenciais:Os perigos são imensos e imprevisíveis e se refizermos a viagem muitas vezes,nenhuma será igual a outra,ou mesmo que fosse, a memória será apagada.É como se fosse a primeira vez com novos  obstáculos  .Para cada uma das situações apresentadas teremos que fazer as nossas melhores escolhas ,onde as vezes a razão parece questionar os ditames da intuição do amor, que parece nos soprar no ouvido cauto a melhor saída .Outras vezes, o instinto animal nos guia em ímpetos de ferocidade e violência indomável onde nos deixam marcas e sequelas.As cicatrizes e traumas se acumulam  diante da nossa teimosia.E as tentações ao longo da caminhada nos retarda e nos oferecem mil vantagens,tentam nos desviar e nos corromper.O UNO é o objetivo,é onde devemos chegar, mas os desvios e variáveis são tantos, e  elas reluzem em mil apelos, em apetites bestiais que alteram o nosso senso,confunde o nosso norte e nos desviam  numa cegueira e torpor alienante que Maya nos  prende. É preciso cumprir um ritual nessa viagem singular e de único sentido,onde muitas vezes a oração e a fé se revela não só na arma mais poderosa ao nosso alcance,mas a única de que dispomos e nela se resume  todo o sentido da busca, da ponta do fio da esperança, que nos liga a saída desse labirinto, dessa roda de Samsara,em busca da LUZ.Se o condutor conseguir chegar ao seu destino, terá com prêmio a sua travessia assegurada,Mas,Se, pelo contrário, se deixou ofuscar pelo brilho fosforescentes da pirita que brilha,dos doces  encantos e cantos das sereias que são as trápolas do caminho,irá naufragar tantas vezes percorra esse caminho e terá que refazer  a viagem, até conseguir entender o sentido do aprisionamento e onde está a chave dessas algemas que lhe permitirá  soltar-se desse Cáucaso,qual Prometheu, e voltar para casa.
JATeixeira

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Luz e Trevas





Na vida existem coisas que procuramos e outras que nos procuram .Não as escolhemos e nem mesmo a queríamos,mas depois que elas chegam nunca mais seremos os mesmos.
Nesse ponto existem duas soluções:ou fugimos  deixando-as para trás ou paramos e as enfrentamos.
Qualquer solução que escolhermos nos transformará,e todos temos a possibilidade de escolher entre o bem e o mal"
Giorgio Faletti



Essa janela da “alma”é a representação mais antiga dos nossos medos trancafiados nos corredores e labirintos do nosso EU oculto ou manifestado em ações imprevisíveis, num conflito eterno entre consciência e inconsciência, na formação do arquétipo humano .
A luz e as trevas ,representam a nossa própria  ambiguidade,e é essa  a nossa face refletida no espelho existencial que nos assusta,que nos incomoda por não compreendermos , a nós mesmos, o nosso oposto.

Será oposto ou meramente uma das faces obscura e incompreendida do nosso próprio EU,da nossa própria formação?Uma janela da nossa alma em busca de coerência primieva, que transcende e desafia a nós mesmos:tipo:”decifra-me ou devoro-te”?  Onde representa a o  reflexo da nossa própria e incompreendida identidade, como a mesma dicotomia dos primórdios da nossa formação, que numa sucessão de divisões,de mito em mitose, nos origina?
É a mão sinistra relegada pela destra, numa patológica escolha,onde uma não quer saber o que a outra faz.É o rudimentar  desejo inconsciente trancafiado, que desafia a introspecção e se revela unicamente na conveniente  transitoriedade mundana,que como num desafio shakespeareano se interroga :”ser ou não ser;e o que a luz revela, as trevas consome,no eterno jogo de sombras e luz ,conflito eterno de Hórus e Set,onde não existe vencido ou vencedor ,pois representa a si mesmos em momentos distintos: onde a ação e reação são faces do mesmo deus

JATeixeira

O idiota


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Aécio Neves



“Não existem tiranos sem aqueles que os fazem e sem aqueles que neles crêem."-
 Manès Sperber
                     
“Seria mais apropriado dizer que, talvez, esta opinião seja só minha...”(?)
 Diogo Mainardi

-Começando pelo final do artigo de Diogo Mainardi onde se pergunta,se essa não é somente a opinião dele em crer que ele,Aécio Neves,representa a única esperança.
Pois cremos que não é unicamente Diogo Mainardi que pensa assim,essa última esperança  representa o eco desesperançado e inaudível de milhões de pessoas que habitam esse país:brasileiros ou estrangeiros. E embora,comunguemos de idéias, as vezes diversas, da metodologia e do pragmatismo do político tupiniquim.Acreditamos que de fato, ele, Aécio Neves, representa  a última e trôpega esperança.E nós não somos nós os únicos a comungar nessa oração final,em que ele representa o último ato ,o derradeiro depositário da nossa fé,o  relicário final onde podemos depositar as milhares de lágrimas das viúvas,dos órfãos,dos desesperados e aflitos  dessa antevisão do inferno de Dante e dos seus , não nove, círculos concêntricos, mas dos milhares de subterfúgios onde se esconde a mais trágica das trágicas experiências e engodo dessa trápola maldita que se chama PT.
JATeixeira

Texto de Diogo Mainardi, 
"Aécio, meu velho, vou votar em você. Não que eu queira, verdadeiramente.
Mas sobrou você como a nossa, talvez, última barreira sanitária contra esse vírus Ébola que é o petismo.
Cada vez que vejo nas entrevistas o teu rosto sorridente, penso: como ele pode se mostrar tão feliz?
Você parece que está vivendo permanentemente dentro de um comercial de TV - enquanto nós ficamos de fora,nos sentindo tão inseguros, tão sem saída.
 Deve ser uma estratégia de campanha você contrastar tua figura "presidenciável" com o daquela senhora odiável e desprezível que parece sempre estar tão mentalmente desorganizada, tão alienada do mundo.
Mas ela tem a caneta na mão e assina papéis que compram Pasadena, que importa médicos fajutos, que prefere investir em Cuba, Venezuela ou Bolívia, ao invés de nosso tão desesperadamente carente Brasil.
E que sorrateiramente sancionou esse maldito Decreto 8243 que vai criar os Sovietes, que significa a liquidação do nosso (ainda) regime democrático.

Vou votar em você, Aécio. Pode ser que você esteja mineiramente quieto e se fingindo de morto enquanto vai costurando acordos políticos que, no fim, vão virar o veneno que fará o PT entrar em coma e morrer. Pode ser.
Mas reconheça que muitos dos que votarão em você o farão principalmente para se opor ao PT.


Esquecendo, por um momento, dos votos dos "bolsas", somos nós que faremos a diferença.
E nós queremos botar fé que você seja o cavaleiro de armadura reluzente, que com a sua espada Durindana vai estraçalhar as hostes inimigas.
 Nós queremos que você seja o nosso Campeão.
Sei que não é novidade o que estou aqui dizendo, e que é inocente quem põe sua vida na mão dos outros, confiando inteiramente no Líder sob o qual faremos a guerra.
Mas que outra possibilidade temos, além de você?

Fala, Aécio! São tantos os temas que estão sendo discutidos por tantos, inclusive no Face.
Mas você não fala e nós ficamos conjecturando o que te faz tão convencional, tão discreto.
Você é neto do Tancredo, que era cheio de manhas, espertezas, tão bom jogador de poker que foi.
Talvez seja assim mesmo que se deve jogar numa eleição como esta, você deve saber - temos que confiar em teu critério.
Mas estamos ressabiados.
Queremos colocar pólvora e bolas de aço em nossas espingardas, sair das trincheiras e correr contra o inimigo que nos amedronta, e que nos empurra para a defensiva. Precisamos da tua voz e do teu entusiasmo, Aécio!
O tempo está correndo contra nós. Desculpe falar tanto em nós, nós.
Seria mais apropriado dizer que, talvez, esta opinião seja só minha..."(?)  
Diogo Mainardi